É importante se tratar do problema da adição considerando seus fatores psicodinâmicos, ou seja, relativos à história de vida do sujeito em sua inserção em um determinado contexto social. O sujeito que se perdeu de si mesmo, que deixou de se sentir merecedor de afeto, que se desapegou de si mesmo, procura em algo externo ao self na forma de apego um suporte para seguir vivendo. São várias as adições. O uso abusivo de substâncias é só uma delas. A adição a uma imagem idealizada de si mesmo é muito perigosa também. A adição ao consumo de produtos para fingir ser uma pessoa que não se é seria uma outra. O apego a uma muleta para evadir-se da dor é a adição. A dor do próprio vazio interno, de uma falta de contato consigo mesmo. Então temos o apego sadio e o apego patológico. A mesma palavra: apego, designando experiências positivas e negativas.

Anúncios

Caro ( X)

Soube pela sua mãe que você está passando por uma fase dificil. Ninguém reage com desespero se não estiver sofrendo muito.Tomou algumas decisões na vida que implicam deixar seu projeto de vida anterior. São decisões difíceis. Mas você estava certo. Se você sentiu que não era o seu caminho foi melhor se retirar dele.

Agora precisa retomar sua vida. Você me disse que quer estudar, fazer uma faculdade. Pensou até em ser psicólogo. Mas para isso terá que fazer alguns sacrifícios e ficar bem emocionalmente.

Está na idade de conhecer várias mulheres e de se tornar um homem seguro e merecedor de respeito da que você escolher.

Não fique inseguro. Tudo isso faz parte do seu crescimento. Sua mãe às vezes fala muito mas é porque quer o seu bem. Ela é uma mulher lutadora e já sofreu muito também e deu a volta por cima. É um exemplo de luta. Ela gosta muito de você e sofre ao ver você sofrer.

Todo mundo já passou por uma fase difícil. A vida não é fácil. Ela traz desafios. Mostre que é corajoso e forte. Não se deixe dominar por caminhos de fuga. Os caminhos de drogas ou álcool também parecem ser caminhos de felicidade a curto prazo. Mas é um engano. É como subir muito rápido com um avião e depois despencar lá de cima. Toda subida deve ter um equilíbrio com as forças dos ventos. Os ventos são nossas emoções. Somos humanos, temos emoções e precisamos respeitá-las. Senão elas nos derrubam. Nossa aeronave despenca. Sua mãe conseguiu um profissional para cuidar de você . Isso é ótimo .

Aproveite essa chance, esse presente que a vida está lhe dando. Vá firme e forte conversar com ele. Mostre que é um homem de força de vontade e que sabe o que quer: o seu bem.

Eu estou aqui para o que precisar da psicologia. Não se arrependa do passado. Pense no futuro. Aproveite essa chance.

 Um grande abraço. Celia Brandão

Ps: Essa carta foi enviada a um jovem com um problema de uso abusivo de cocaína e que se negava a buscar ajuda profissional.