Psicologia e Humor 57

11/12/2015

descobri a vovóO que é o riso? Parafraseando Georges Bataille, diria que o riso é uma atitude de compromisso do homem com o que lhe repugna e atrai ao mesmo tempo. É a possibilidade de confronto com o que nos ameaça  e ao mesmo tempo, denuncia a continuidade possível entre prazer e dor. O riso nos desvia da experiência de repugnância e possibilita a da alegria.

De outro lado, a experiência do medo e do horror, frente à possibilidade do prazer extremo, do êxtase, é acompanhada de excitação erótica e de um repouso da consciência. Portanto, o mergulho extremo na sensação de vida implica o render-se também à possibilidade da morte, da finitude e do silêncio.

Ao contrário da disciplina e método a que se propõe o filósofo ao refletir sobre o ser, o processo de individuar-se, de auto-conhecimento, implica a entrega ao insensato, ao inominável e ao que nos arrebata. Nesse sentido, um ritual de luto extremo da perda de si mesmo, da própria morte, vivido no silêncio pode nos lançar na experiência do divino e em um novo momento criativo.

Dessa forma , a experiência do horror e do humor se aproximam, o que experimentamos na vivência extrema erótica. A experiência do fascínio frente aos excessos movimenta Eros que se arrisca ao próprio perecimento, necessário a vivência da continuidade com o outro e com o cosmos.

Esta experiência anímica da continuidade  não se dá nos limites da consciência mas na possibilidade de transgressão  dos interditos presentes no que reconhecemos como  o próprio ser.

Anúncios

Uma resposta to “Psicologia e Humor 57”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: