Masacre em Newtown.

15/12/2012

O Massacre em Newtown, cidade da costa leste dos EUA com 27 mil habitantes é um dos piores em escolas americanas, diz o Jornal Folha de SP em 15/12/2012.

Leio perplexa as notícias e não contenho as lágrimas. E me pergunto porque um rapaz de 20 anos invadiu a escola onde sua mãe era professora, atingiu fatalmente sua mãe e seus alunos e continuou atirando em quem encontrasse pelo caminho, tendo fi…nalmente suicidado. É mais um jovem que sem encontrar soluções delira ter a solução ou ser a solução para sua desesperança. Não importa mais saber a biografia do agressor. O fato se repete. Adianta controlar o porte de armas? Em parte. O mais desesperador é não entender.É nos depararmos com o inominável. Eu queria poder abraçar cada um daqueles pais enlutados. Rezar é muito pouco. Por a boca no mundo e dizer que algo deve estar errado creio que seria de melhor ajuda.Porque esse infanticídio? Falta de esperança no futuro. Estamos matando as futuras gerações. Que legado receberam os que hoje se sentem sem esperança? A professora tranca seu aluno no armário para salvá-lo. Como podemos preservar as nossas jóias antes que seja tarde? Será que nos dispersamos do essencial, de cuidar da nossa alma e corremos atrás do sucesso, do poder, da eficácia deixando para trás o que está fragilizado, carente, com mêdo, magoado? Compartilho a dor desses pais e antes de rezar apelo para que nos voltemos mais para aquilo que embora simples, aparentemente banal, possa ser nossa salvação .
The massacre in an elementary school in Newtown, Connecticut on the East Coast of the USA with a population of 27 thousand was one of the worst in American History according to the newspaper “Folha de Sao Paulo” on December 15, 2012.

I read the news, perplexed and cannot contain my tears. I ask myself why a 20 year old invaded a school where his mother was a teacher, shot and killed his mother and her students and continued shooting at whomever crossed his path, finally shooting himself. One more lost youth with no answers finding the answer in his delirium and desperation. The biography of the protagonist doesn’t matter anymore. The event repeat themselves (Newton, Columbine, Oslo, …). Does gun control make a difference? Partly. The worst is not understanding why and facing the unspeakable. I want to be able to hug each one of the mourning parents. Praying is not enough. I want to shout to the world saying that something is wrong, I believe is of more help. Why? Why this senseless killing of our youth. Lack of hope for the future? We are killing our future generations. What has happened to cause such hopelessness? A teacher locks her student in the closet to save him. How can we save our precious jewels before it’s too late? Have we distanced ourselves so much from the basics, like nurturing our soul, choosing instead to mindlessly seek success, power, and efficiency? In this process have we left behind the fragile, needy, frightened and hurt? I share the pain of these parents and before I pray I ask for the return to simple and commonplace values, which could be our salvation.

Anúncios