Mandala

26/08/2009

mandala   A mandala contém a quaternidade ou múltiplo de quatro ou círculo, sob a forma de cruz ou estrela, ou ainda do quadrado, ou octógono em uma ordenação concêntrica da multiplicidade desordenada dos elementos contraditórios e irreconciliáveis – que representa uma tentativa de autocura da natureza. Em linguagem mais simples,  na mandala está representada a possibilidade de convivência dos opostos. As mandalas tibetanas feitas de areia simbolizam a efemeridade desse momento de síntese  ou de não contradição na existência. Carl Gustav Jung assim também definiu o processo de individuação que ocorre durante toda a vida , que é sempre um devir e aponta para o mistério do inconsciente.

A mandala é um campo de energia onde o divino se constela.   

Na  India o humano e divino compartilham em princípio a mesma essência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: